Páginas

Pesquisar este blog

EI VOCÊ VENHA SEGUIR TAMBÉM!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

PARA ED RENÉ KIVITZ A ALMA MORRE


Em um caderno estudos para pequenos grupos em sua igreja, o Pr. Ed René Kivitz da Ibab vai contra o ensino protestante em geral, e se alia com Adventistas (tem um elogiando ele aqui) e Testemunhas de Jeová, dizendo que quando o homem morre, morre tudo. Veja abaixo seu argumento:

"Levei um tempo para me dar conta de que o cristão, ao contrário dos espíritas e hindus, não acredita na imortalidade da alma. O cristianismo não ensina a imortalidade da alma, ensina a ressurreição. O que não morreu, não pode ressuscitar. Quem acredita na ressurreição, necessariamente deve acreditar na realidade da morte.

A ideia da imortalidade da alma não é cristã, é grega. É a crença no dualismo espírito-matéria que compreende o corpo como “prisão da alma”, como acreditava Platão. O corpo é o invólucro da pessoa, cuja essência é o espírito. Nessa compreensão, na morte, o espírito se desprenderia do corpo e poderia, então, caminhar rumo à sua plena realização. O espiritismo vai pegar essa ideia e dizer que a reencarnação do espírito é o caminho do aperfeiçamento.

Mas a Bíblia ensina diferente. A antropologia bíblica, entretanto, apresenta o ser humano como uma unidade corpo/espírito, que atende pelo nome de alma vivente. A alma não é um terceiro elemento, como café (corpo), leite (espírito) e canela (alma). A alma é o nome do conjunto corpo (café) e espírito (leite). A alma é o café com leite, misturados originalmente com intenções definitivas.

Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornou um ser vivente. [Gênesis 2.7]

A morte é a separação entre corpo e espírito e, justamente por isso, é a destruição da pessoa. A Bíblia não considera que “o espírito é a pessoa”, e que quando o corpo morre a pessoa continua viva, pois o espírito se desprende do corpo e atinge sua plenitude. A Bíblia não considera que exista pessoa sem corpo. Na verdade, uma “pessoa sem corpo” é um defunto, está morta.

A esperança cristã, portanto, não é a imortalidade da alma, mas a ressurreição. A ressurreição é a vitória total, a reintegração perfeita das facetas humanas que nunca deveriam ter sido separadas pela morte.

Na ressurreição, a pessoa que estava morta voltará à vida. E esta vida não será apenas “em espírito”, pois terá um corpo – não existe pessoa sem corpo.

Assim será com a ressurreição dos mortos. O corpo que é semeado é perecível e ressuscita imperecível; é semeado em desonra e ressuscita em glória; é semeado em fraqueza e ressuscita em poder; é semeado um corpo natural e ressuscita um corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual [...] Eis que eu lhes digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados. Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade. Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: “A morte foi destruída pela vitória”. [1Coríntios 15.42-44, 51-54]

A partir dessa concepção antropológica: o ser humano é uma unidade corpo-espírito, podemos concluir que não pode haver separação entre cuidar do corpo ou do espírito, pois cuidamos mesmo é da pessoa, que chamamos de “homem todo”. A ação que se destina apenas ao cuidado do espírito de um ser humano, na verdade é uma ação voltada ao não-homem, pois não existe “só o espírito”. Ou existe uma pessoa: unidade corpo-espírito, ou não existe pessoa, isto é, existe uma “não pessoa”, um “não-homem”, um “não-ser humano".

Texto completo aqui

Leia: 1- para onde vão os mortos

2- Para onde foi o ladrão da Cruz?

3- O que é alma e espirito no Novo Testamento.


9 comentários:

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

É uma situação preocupante e alarmante vindo de um icone.
www.vivendoteologia.blogspot.com

Humano Tchélo disse...

Parabéns ao Ed Renê pelas sábias palavras! Como ele mesmo disse, a ideia da imortalidade da alma não é cristã, é grega.

Abraço!

Pr. Supra Ferreira disse...

Pr. Supra Ferreira
Concordo com a explanação do Ed Rene,ao longo de 23 anos cri em algo, mas, prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

JOELSON GOMES disse...

Toda mudança quando correta é benéfica, mas quando fogem claramente dos propósitos divinos é do malígno. As Escrituras não se contradizem.

Volte sempre.

Newton Ebenezer disse...

PARABENS AO PASTOR ED RENE NA BIBLIA O UNICO IMORTAL É DEUS MAIS NINGUEM ESPERO QUE OS PRESBITERIANOS E ASSEMBLEIANOS APRENDAM TAMBEM - BASTA CONSULTAR - NA NET PILOSOPHY AND IMORTALITY ONDE UM FISICO QUANTICO DA UNIVERSSIDADE DA CALIFORNIA PROVA QUE A ALMA É MORTAL USANDO A EQUAÇÃO DO FISICO QUANTICO PREMIO NOBEL PAUL DIRAC - PODEM CONSULTAR - O PRIMEIRO A DIZER NÃO MORRERÁS FOI O DIABO

Fernando Khoury disse...

O ladrão da cruz manda um abraço para a intelectualidade do Ed Rene.

A frase de Jesus "hoje mesmo estarás comigo no paraíso" também manda um abraço pra ele!

Anônimo disse...

Fernando Khoury...

pra estudar melhor a palavra coloque ela dentro do contexto... os versículos anteriores dizem (Lc23:23-43)diz:
Um dos malfeitores crucificados blasfemava contra ele, dizendo: Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós também.
Respondendo-lhe, porém, o outro, repreendeu-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando sob igual sentença?
E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino.
Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso...
JESUS sempre usou parábola.. ELE quis dizer que o REINO DELE É AGORA!...
Parabéns Ed. Rene pela excelência na explanação do texto que não há nada de antibíblico... "Conhecereis a verdade e ela vos libertará" (Jo 8:32)... tem gente ainda presa em cativeiro...

JOELSON GOMES disse...

Uma olhada no que significa a expressão Reino de Deus no NT esclarece e mostra o quanto a Teologia de Ed René, dos Adventistas e dos Testemunhas de Jeová labora em erro. Realmente tem gente escravo.

Anônimo disse...

Eu li alguém falar sobre o "ladrão da cruz" e sobre o " hoje mesmo estarás comigo no paraíso e gostaria de deixar meu comentário.
Penso que quando o ladrão abrir o olho, que creio ainda não ter acontecido, ainda será o "hoje" que Jesus pronunciou, pois ele a partir daquele momento saiu do tempo presente e foi para o tempo eterno.
Você não acredita que ele, entraria lá primeiro que todo mundo, acredita ???

NÃO PARE AQUI VÁ PARA OS TEXTOS MAIS ANTIGOS.