Páginas

Pesquisar este blog

EI VOCÊ VENHA SEGUIR TAMBÉM!

terça-feira, 26 de abril de 2011

BRASIL TEM O PRIMEIRO HERÓI MACONHADO


O projeto de criar um controverso super-herói maconheiro, "Marijuanaman", do cantor Ziggy Marley, repercutiu por todo o mundo e escandalizou parte do público. O gibi, editado pela norte-americana Image Comics, está previsto para ser concluído em abril de 2011. No Brasil, no entanto, essa história não é novidade.

O cartunista Arnaldo Branco é o criador de "As Aventuras do Capitão Presença", quadrinho sobre um herói com a mesma pré-disposição de fazer o uso ilegal da planta. O controvertido trabalho ganhou livro em 2006, publicado pela Conrad.

O super tupiniquim tem a ginga do malandro carioca, gosta de festa e não aprecia quando a confusão é demais, prefere não se meter. Vive rindo de coisas à toa e fica desestabilizado quando vê uma mulher bonita.

A intenção de Branco é satirizar de forma espirituosa e politicamente incorreta os super-heróis tradicionais e fazer humor com os hábitos dos usuários da droga, que é ilícita no país.

Em uma das tiras, o autor homenageia os personagens Bode Francisco Orelana, a Graúna e o sertanejo Zeferino, criados pelo cartunista Henfil (1944-1988). Confira abaixo.

Algumas das histórias do livro --voltado apenas para adultos-- saíram originalmente na revista independente "Tarja Preta", outras foram produzidas especialmente para a publicação.

Leia trecho abaixo.




Livraria da Folha

Um comentário:

Caline Galvão disse...

Mas era o que tava faltando mesmo no Brasil, um super-herói com a cara do "malandro" brasileiro... kkkkkkkkk!

NÃO PARE AQUI VÁ PARA OS TEXTOS MAIS ANTIGOS.