Páginas

Pesquisar este blog

EI VOCÊ VENHA SEGUIR TAMBÉM!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O PAI DO FILHO GASTADOR


Lc. 15 11-32.



Introd.:
a)
Muito se tem falado no Filho Pródigo (Gastador), mas se tem deixado seu pai de lado. Nesta oportunidade vamos tratar mais desse senhor, do que do filho. Vamos aprender com as ações praticadas por esse senhor da parábola, entender o que é a graça de Deus e como ela é revelada a nós.
b) Será que Deus olha pra você quando você está em pecado? Como será que Deus age? Esquece você até você se arrepender e voltar? O que é a graça de Deus? Aqui nós teremos a resposta.



I- UM FILHO INGRATO E BURRO.

a) 11-12- Aqui temos um filho que pede a sua parte na herança do pai. Isto na época era extremamente ingrato, não era usual. Herança só se recebia quando o pai morria, pedir a herança com o pai em vida era matar o pai.
b) 13-14, 30- Aqui temos um filho burro. Gastou tudo com mulheres, farra. É sempre assim né? O cara arranja um dinheirinho, compra uma moto ou um carro, e sai atrás de mulher. Acabou tudo, ele ficou só. Perdeu a dignidade. E quando as coisas apertam só a um se pode recorrer:

1- Ao dinheiro? Não, acabou;
2- Aos amigos? Não. Foram embora, já haviam chupado a laranja, jogaram o bagaço ( é assim que o mundo faz);
3- As mulheres? Não. Acabou dinheiro? Acabou mulher. Só o Pai resolve.

c) Quando se chega nessa situação só uma coisa resolve:

1- 17-19- Ser honesto, reconhecer a própria situação;
2- 20- Ter atitude. E agora veja como a graça de Deus opera nessa parábola.


*Você conhece ao Deus que serve?


Saiba o que é agir com graça. O filho saiu de casa dizendo: “dá-me” o que é meu (egoismo), e voltou dizendo “faça o que quiser”(humildade). Mudou tudo. Agora ele estava na posição certa.



II- A GRAÇA DE DEUS EM AÇÃO.

a) 20-24- A graça de Deus é mostrada nas atitudes desse pai em relação a esse filho ingrato. O que lhe fez voltar? A lembrança de quem era pai. Ele conhecia o pai.

* Usa a graça quem conhece a Deus. O coração bate 108.000 vezes ao dia, é Deus dando a vida e dizendo “eu te amo”. O pai nunca se afastou daquele filho, quando ele saiu a ele foi preparar a volta. Isso é a graça. Só a graça prepara a volta de um filho rebelde. O pai sonhava, e só a graça sonha (sonha que seu marido, seu filho, vai se converter; sonha que vai mudar a sua situação; sonha que no final as coisas darão certo).


b)Veja o sonho desse homem; a graça nas suas atitudes:

1- As vestes. Ora, ele mandou fazer roupas sob medida para o filho que ele esperava voltar; mandou confeccionar túnica do tamanho ideal. Veja que ele pede “a melhor” (22), tinha mandado fazer várias. Ele sonhava. “Você foi embora? Pois na volta você vai ver”. Agora o filho teria uma nova imagem, seria distinto.

*Só a graça sonha e prepara a melhor roupa para esperar o filho rebelde.

2- O Anel. Como ele sabia a medida do dedo? Ah, estava no coração daquele pai. Ele calculava exatamente pra não ficar frouxo. Anel significava autoridade (Gn. 41: 42).

*Só a graça distingue com autoridade o filho rebelde.

3- As sandálias. Do tamanho do pé. Como ele sabia?

*Só a graça liberta quem está preso ao pecado, e dá um novo jeito de caminhar. As sandálias só eram usadas pelos homens livres. Seja alguém novo daqui pra frente.

4-O novilho cevado. Aqui está a mais incrível capacidade da graça. Ele engordava um boi esperando, sonhando com a volta do filho. O sonho.

*Só a graça prepara a festa antes de o filho rebelde voltar. Ele ficava olhando todo dia, “esperando na janela” (Gilberto Gil), pois ele viu de longe (20).

* Só a graça sonha com esperança.

5-20-24-Ele recebe o filho sem deixá-lo falar. A graça não quer desculpas. Passa pelo ridículo de um velho levantar as roupas e correr (20), e o perdoa.

* Só a graça perdoa o rebelde. Porque a graça não se relaciona visando as recompensas. Quem se relaciona visando o que vai ganhar perde a visão do que é a verdadeira relação. Este é o exemplo do outro filho (25-31). Ele havia perdido a visão.



CONCLUSÃO:

a) A graça sonha;
b) A graça perdoa;
c) A graça não desespera nunca;
d) Seu Pai tem graça, use esta graça.

Um comentário:

Paulo Roberto Langwinski disse...

Muito edificante. Obrigado.

NÃO PARE AQUI VÁ PARA OS TEXTOS MAIS ANTIGOS.