Páginas

Pesquisar este blog

EI VOCÊ VENHA SEGUIR TAMBÉM!

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

LUTERO E O LIVRE-ARBÍTRIO


Se existe realmente o “livre-arbitrio”, ele não parece ser capaz de ajudar os homens a atingirem a salvação, porquanto os deixa sob a ira de Deus (p. 19).

A conversão de qualquer pessoa acontece quando Deus vem até ela e vence-lhe a ignorância ao revelar-lhe a verdade do evangelho. Sem isso, ninguém jamais poderia ser salvo (p.20).


Judeus e gentios constituem a totalidade da humanidade, e todos eles estão debaixo da ira de Deus. Ninguém tem a capacidade de voltar-se para Deus. Deus precisa tomar a iniciativa e revelar-Se a eles (p. 20).

Ora, se todos os homens são possuidores de “livre-arbitrio”, e todos os homens são culpados e estão condenados, então esse suposto “livre-arbitrio” é impotente para conduzi-lo à fé em Cristo. Por conseguinte, a vontade dos homens, afinal, não é livre (p. 21).

Diz Paulo aos Romanos 7.7: “...pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás”. Isto significa que o “livre-arbitrio” nem mesmo reconhece o que o pecado é! Como, pois, poderia chegar a conhecer o que é certo? E, se não sabe reconhecer o que é certo, como poderia esforçar-se por fazer o que é certo?

Comentando Rm. 3:21-25. Essas palavras são como raios contra a idéia do “livre-arbitrio”. Paulo faz distinção entre a justiça conferida por Deus e a justiça que vem mediante a observância da lei. O “livre-arbitrio” só poderia ser uma realidade se o homem pudesse ser salvo mediante a observância da lei (p. 26).

Aqueles que não têm fé não estão justificados; e aqueles que não estão justificados são pecadores, nos quais qualquer suposto “livre-arbitrio” só pode produzir o mal. Portanto, o “livre-arbitrio” nada é senão um escravo do pecado, da morte, de Satanás. Tal “liberdade”, enfim, não é liberdade alguma (p.32).

Como eu gostaria que meus opositores percebessem que quando advogam a causa do “livre-arbitrio”, estão negando a Cristo. Se podemos obter graça divina mediante o nosso “livre-arbitrio”, então não temos necessidade de Cristo. E, se temos a Cristo, não precisamos do “livre-arbitrio” (p.35).

Comentando Jo. 6:44,45. A vontade humana, por si mesma, é incapaz de fazer qualquer coisa para vir a Cristo em busca de salvação (p. 37).

Confesso que eu não gostaria de possuir “livre-arbitrio” ainda que o mesmo me fosse concedido! Se a minha salvação fosse deixada ao meu encargo, eu não conseguiria enfrentar vitoriosamente todos os perigos, dificuldades e demônios contra os quais teria que lutar (p. 39).

Um homem piedoso crê que Deus conhece de antemão e pré-ordena todas as coisas, e que nada acontece, senão pela sua soberana vontade. Nenhum homem, ou anjo, ou qualquer outra criatura, em vista de tais fatos, é dotado de “livre-arbitrio”. Satanás é o príncipe deste mundo e conserva cativos todos os homens, a menos que eles sejam libertos pelo poder do Espírito Santo (p. 41).

O poder do “livre-arbitrio” resume-se nisto- Satanás domina-o inteiramente, de tal maneira que o “livre-arbitrio” rejeita a graça de Deus. E também rejeita o Espírito Santo, o qual cumpre em nós a lei, visto que o “livre-arbitrio” imagina que é capaz de obedecer à lei mediante os seus próprios esforços (p. 65).

Você garante que todas as pessoas são idênticas - todas possuem “livre-arbitrio”. Todavia é a eleição por Deus que estabelece a distinção entre os homens. Sem a eleição divina, todos estão livres apenas para desafiar a Deus. Mas, você afirma que não há eleição. O resultado disso é que você está diante de um Deus impotente, e homens e mulheres estão sendo salvos ou condenados sem o conhecimento dele. Deus meramente exibe diante deles a sua bondade, e em seguida, nada mais pode fazer, senão, talvez, ir participar de algum banquete! Isso é o máximo que a razão humana pode conceber (p. 71).



Todas as citações são de: LUTERO, Martinho. Nascido Escravo, 2ª Ed.. São Paulo: FIEL, 2007.

7 comentários:

jonathan rafael disse...

legal essas citaçoes sao de algum libro de lutero? se sao pode me passar o nome desse livro preciso fazer um trabalho para sobre o livre arbitrio segundo lutero calvino e zuinglio ai to procurando artigos livros sobre esse assunto na visao desses caras
se puder me passar o nome desse livro de lutero ficarei muito agradeçido
Deus abençoe

raabe disse...

olá me chamo raabe. gostaria de fazer um comentário sobre alguns pontos citados por lutero. (interessante nos comentários das páginas 19 e 35 ) se trocarmos a palavra livre- arbítrio por eleição também tem significado.);
(na página 71) ao contrário do que se afirma Deus se mostra impotente se houvesse eleição. havendo eleição Deus é ditador e egoísta que precisa destinar alguns para ele, se não fizer assim ninguém o quer.

jorge e tatilane disse...

É um erro pensar como nosso amigo raabe,pois nós não podemos julgar DEUS.Pode o vaso questionar o oleiro que o criou?( ler romanos 9:20)DEUS têm misericordia de que ele quer e endurece a quem ele quer!(romanos9:18)não podemos argumentar com DEUS(romanos9:20)O grande problema do homem é pensar que DEUS deve agir como nós agiriamos ou que deva fazer isso ou aquilo.não esqueça ele é DEUS!!!!!Pois,quem pode resistir a sua vontade?(romanos 9:19)e não esqueça que a bíblia diz que:não há quem busque á DEUS,não há um se quer.Deus nos busca,ele nos atrai para ele.Jesus diz que ninguem vai ao pai se não por ele,e aquele que o pai lhe der de maneira alguma ele lançará fora.ou seja,é o pai que faz todo,repito todo o trabalho.abraços...

icaro disse...

Raabe está corretíssimo. Todos os pontos citados por Lutero são questionáveis.

Anônimo disse...

Deus manda sermos perfeitos,se deus deu esse mandamento é porque ,o homem tem seus meio para isso ,Portanto existe o livre arbitrio

Unknown disse...

Deus manda sermos perfeitos, e melhorarmos a cada dia (Ef6:10, Fp2:12) pois ninguém nasce sabendo de tudo, se somos empregados em uma empresa, ganhamos experiência e nos aperfeiçoamos no trabalho, se é na escola aprendemos mais a cada dia. Não é assim a vida?, Pois é, na fé não poderia ser diferente. Não podemos dizer a Deus como fazer, afinal quem somos nós? (Rm9:14 a 23)
Ver também: João 6:44, Atos 16:14, Rm cap.3 ao cap. 11, entre muitas outras citações. lembre-se, a Bíblia concorda com toda ela, não tentem pegar versículos isolados, leiam tudo e entendam.

Kobra disse...

É um assunto muito delicado, eu consigo perceber que o livre arbítrio não existe antes de conhecermos a Graça, após isso, sim ele existe. Muitos pontos na bíblia mostram isso. Quando afirma que a carne milita contra o Espírito e vice versa, e nos ensina a alimentarmos o Espírito e não a carne (por ex), ou seja, a responsabilidade e a escolha é minha...

Sobre e eleição, não concordo também. Deus não quer escravos, a Bíblia afirma que a vontade de Deus é que todos, digo TODOS, sejam salvos.
Diz que Todo àquele, digo TODO àquele que Nele crê (ou seja, também posso escolher não crer), não perece, mas tem vida eterna...
E muitos outros pontos nos afirmam isso...

Não está escrito lá que a vontade de Deus é que todo o grupinho escolhido por Ele, seja salvo....

NÃO PARE AQUI VÁ PARA OS TEXTOS MAIS ANTIGOS.